Carregando...
''

7 Razões para escolher o Panamá como seu próximo destino de viagem

 O Panamá é aquele simpático estreito de terra na América Central que emergiu do fundo mar há três milhões de anos, unindo a América do Norte e a América do Sul e dividindo oceanos Atlântico e Pacífico. Uma geografia que resultou num solo marcado por ondulações e cordilheiras, um paraíso de rios, ilhas, lagos, vulcões, reunindo mais espécies de árvores e aves do que os Estados Unidos inteiro. Tudo isso acontece numa superfície de apenas 77 mil quilômetros quadrados, menor do que Recife, a capital de Pernambuco, com 98.300 km² de área.

07-panama-panama-letreiro

Embora pouco conhecido dos brasileiros, que basicamente associam o país ao famoso Canal que une os dois oceanos, o Panamá começou a ser descoberto pelos surfistas, pelo cenário rústico e desafiador das grandes ondas azuis turquesa do mar do Caribe e profundamente azuis do lado do Pacífico. O mesmo cenário ganhou a preferência de viajantes que buscavam um lado do Caribe mais puro, sem grandes infraestruturas de resorts, mas com igual beleza paradisíaca, nas fabulosas ilhas do lado panamenho. E as descobertas evoluíram após o encerramento do domínio americano sobre o canal, quando o crescimento da economia do país se estendeu além da Cidade do Panamá, atraiu investimentos  e o turismo chegou às terras altas, às montanhas, às florestas, às reservas protegidas em condados indígenas demarcados, cheios de história, como Kuna Yala, vulcões extintos, como Burú , em vales férteis localizados na cratera de um vulcão,  como Anton.

São tantas as razões para você escolher o Panamá como seu próximo destino de viagem internacional, que destacamos apenas sete motivos, só para facilitar a sua decisão.

Motivo 1 – Para ver como o homem venceu a natureza

05-panama-canal-panama

Visitar o Canal do Panamá é um passeio obrigatório para entender o desenvolvimento do país e como uma das mais difíceis obras de engenharia transformou o comércio mundial. Visualmente é interessante acompanhar grandes embarcações transpondo as eclusas, seja a partir do lado do Pacífico, na eclusa Miraflores, a mais próxima da Cidade do Panamá, ou de Pedro Miguel, a menor.  A outra eclusa, do Lago Gatun, fica do outro lado, na costa do Oceano Atlântico, onde é possível ver os navios mais de perto ou a partir novo Centro de Observação da Expansão do Canal, em Colón, com mirantes a 60 metros de altura,  no topo da copa das árvores da floresta tropical.

Motivo 2 – Para conhecer os dois lados da “Dubai das Américas”

06-panama-casco-viejo

Diante de tantas influências, a Cidade do Panamá se desenvolveu assim: antes e depois da construção do Canal. O resultado é um misto de cidade vibrante, cosmopolita, com um skyline semelhante ao dos maiores centros urbanos do mundo, mas também histórica, que merece ser conhecida por inteiro, tanto do lado moderno, como do lado antigo, Casco Viejo, declarado Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO, que além de ruínas e prédios tombados, tornou-se um hub boêmio da Cidade do Panamá. Uma das formas mais deliciosas de apreciar esses dois lados é caminhando pela Cinta Costera, que abraça a cidade com espaços para exercícios e leva a atrações como o Mercado de Mariscos, um dos ícones da cidade, onde os pescadores vendem seus produtos frescos e onde é possível saborear os deliciosos ceviches panamenhos.

Dica: Casco Viejo é conhecido pela gastronomia, com restaurantes localizados em prédios antigos, com mesinhas ao ar livre.

Motivo 3 – Para entender a origem

02-panama-bio-museu

Uma forma de entender tudinho do Panamá, especialmente sua história natural e biológica , sem esquecer a participação do homem, é só planejar um passeio ao Biomuseu , inaugurado em 2014, erguido na  entrada principal do Canal. Ele conta essa história misturando ciência, arte e design . O edifício possui 4000 metros quadrados distribuídos em  oito galerias de exposição permanente, um átrio público, para exposições temporárias, uma loja, um café, um parque botânico onde são feitas exposições ao ar livre e vistas panorâmicas espetaculares.

O prédio é assinado pelo badalado arquiteto canadense Frank Gehry, o mesmo que projetou o Museu Guggenheim Bilbao, na Espanha.

Motivo 4 – Porque dá praia 

09-panama-san-blas

As costas do Panamá oferecem praias com cenários de águas cristalinas nas suas duas costas – a sul, voltadas para o Oceano Pacífico, fazem a alegria dos surfistas. Do lado norte, voltadas para o mar do Caribe, apresentam maravilhas, como o arquipélago de San Blás, oficialmente, Comarca Kuna Yala, um dos mais belos destinos naturais do mundo, com 378 ilhas na costa norte, banhada pelo mar do Caribe.

Na costa caribenha do Panamá está Bocas del Toro, composto por nove ilhas principais e 200 ilhotas. A ilha principal é Colón, onde fica a capital, Bocas del Toro ou Bocas Town, com suas casas coloridas sobre palafitas, ancoradouros e barcos. Isla Bastimentos, uma das maiores ilhas, com 52km² de área,  com floresta tropical, longa faixa de areia, belas praias, como a famosa Red Frog Beach e, a leste de Bastimentos, Cayos Zapatilla, nos limites do Parque Nacional Marino Bastimentos, que protege uma das áreas mais selvagens do ecossistema do Panamá. No caminho,  espetáculos como golfinhos nadando próximo ao barco e paradas como em  Cayo Coral, que conta com arrecifes de coral e uma grande população de peixes tropicais, para um mergulho de snorkel.

03-panama-bocas-town

Do lado do Pacífico há o Arquipélago de Las Perlas, com 90 ilhas e ilhotas e cenário de areia branca e mar azul-turquesa e a maior ilha do Panamá, Coíba, declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, com praias frequentadas por profissionais do surfe como La Punta, Punta Brava e Santa Catalina e perfeita para passeios de barco até as atrações do  Parque Nacional de Coíba.

Motivo 5 – Porque a Natureza é pura

10-panama-voclano-baru

Saindo da Cidade do Panamá, a natureza é a grande protagonista de passeios, com destinos ecológicos como o  Parque Forestal La Yeguada, localizado na província de Santiago de Veraguas, o melhor lugar do país para acampar entre bosques de pinheiros e o grande lago que abastece a hidrelétrica de La Yeguada. Também nas “Terras Altas do Panamá”, na província de Chiriquí,  está Boquete, cidade das flores e do mundialmente famoso café gourmet de altitude, cultivado entre as montanhas ao redor do vulcão inativo “Barú”.  O vulcão é a maior montanha do país, com 3474 metros de altitude e é possível chegar ao seu topo, caminhando, pedalando ou até cavalgando para uma vista espetacular dos oceanos Atlântico e Pacífico ao mesmo tempo.

04-panama-caminho-volcano-baru

Dica: Há passeios na região para conhecer a plantação  e como é processado o famoso café de altitude. Também em  Boquete são praticados vários esportes, como rafting pelo Rio Chiriquí, arvorismo, escaladas e banhos de cachoeiras pelos caminhos.

Motivo 6 – Pelo artesanato dos Kunas

A riqueza cultural do Panamá fica por conta da sua população, resultado de uma mistura de raças, de culturas e de línguas, principalmente a espanhola, e de 7 povos indígenas, que representam 10% da população, com respectivos costumes, línguas e territórios demarcados, como a comarca de Kuna Yala.

06-panama-kuna-yala

Dentre várias atividades de preservação da memória e da cultura dos Kuna, as principais atividades são a pesca, a agricultura, com plantações de banana, coco e abacate, e o artesanato de madeira, cerâmica e especialmente de tecidos, com a arte “mola”- camadas de tecidos sobrepostas criativamente bordadas com desenhos inspirados na fauna e flora local, e transformados em lenços, roupas , pulseiras e diferentes suvenires.

Motivo 7 – Para comprar como se estivesse em Miami

Afora a natureza, a engenharia do Canal e os mares pacíficos e caribenhos, comprar também pode ser um objetivo de viagem ao Panamá. O país possui vários shoppings,  centros comerciais e uma Zona Franca em Colón, a 80 km de Cidade do Panamá. São 450 hectares murados, com mais de 2.000 mil empresas instaladas em seu interior. O local é especializada em vendas para lojistas, mas 90% das lojas também vendem para o varejo, sem cobrança de taxas fiscais. As compras devem ser enviadas ao país do comprador ou às aduanas do aeroporto

01-panama-aeroporto-panama

Dica: Para ingressar na Zona Franca de Colón é preciso se dirigir ao   “Departamento de Pases”, pagar pelo visto/passe e apresentar o passaporte.

São quatro pontos de compras mais procurados: Albrook Mall, o maior do Panamá com quatrocentas lojas, um pouco afastado do centro da capital, Metromall, próximo do aeroporto, o Duty Free no Amador Causeway, único free shop fora do aeroporto e que exige apresentação do passaporte e o free shop do Aeroporto Internacional Tocumén . Os focos de compras são produtos eletrônicos, roupas de grifes famosas, acessórios como óculos escuros, perfumes, maquiagens,  enxoval completo para bebês e bebidas.

Dica: Apresente seu passaporte nos centros de informações do MetroMall e Multiplaza Pacific e retire gratuitamente Panamá Shopping Card , feito  visitantes estrangeiros, que oferece descontos de até 50% nesses dois dos principais shoppings da cidade. Ele também pode ser retirado no Aeroporto Internacional Tocumén. Importante considerar que um imposto de 7%  sobre os preços mostrados nas etiquetas dos produtos nas lojas.

Se o seu próximo objetivo de viagem inclui experiências autênticas em meio aos paraísos do mar do  Caribe e do Pacífico, então seu destino é o Panamá. Conte com a flexibilidade do seu Plano de Férias e com a assessoria da RDC Viagens, a agência preferencial do Associado.

glaucia tostes

Boa tarde, possuem dicas para enxoval no panamá?

15 de julho de 2018 | Responder
glaucia tostes

Boa tarde, possuem dicas para enxoval no panamá? Estou indo para cancun em agosto e gostaria de ficar no panamá caso seja interessante fazer o enxoval por lá.

15 de julho de 2018 | Responder
    Redação RDC

    Olá, Glaucia. Pedimos que envie a sua dúvida para o e-mail agencia@rdcviagens.com.br, nossa agência poderá orientá-la nessa questão. Além disso, não deixe de conferir os demais posts com dicas, inclusive de compras, sobre o Panamá, para ajudá-la separamos o link: http://meuroteirordc.com.br/?s=panam%C3%A1. Qualquer dúvida, conte com a gente. Obrigado.

    31 de julho de 2018 | Responder

Deixe um comentário