Carregando...
''

A Costa dos Corais: um roteiro de Recife a Maceió

O trecho, percorrido por estradas locais de Pernambuco e Alagoas, tem quase 300 km e guarda algumas das mais belas praias do país

Pegar um carro e seguir a estrada sem pressa é um dos prazeres das viagens de férias. Quando a rota ainda traz belezas naturais à vista, o passeio é perfeito. Esse é o caso do trecho de litoral entre Recife e Maceió. Uma ótima opção para quem quer colocar o pé na estrada e explorar praias calmas de mar cristalino e quente. Saindo da capital pernambucana ou alagoana, com o GPS a postos, esqueça a BR-101. Escolha as estradas estaduais que seguem paralelas ao oceano e descubra algumas maravilhas do litoral brasileiro. Para começar, nove sugestões de parada para sua viagem.

Recife

06-Post-recife-praia-boa-viagem

Mais que um destino de praia, é um importante polo cultural, por isso divida o tempo entre a areia e as caminhadas pela capital. Para se hospedar, escolha Boa Viagem, que possibilita passeios na orla pela manhã e badalação à noite. À tarde, dedique-se às visitas culturais. São pontos imperdíveis o parque de esculturas Oficina Brennand; o museu Cais do Sertão, que homenageia Luiz Gonzaga, e o bairro Recife Antigo – onde estão o Marco Zero, a Capela Dourada, os prédios históricos e a primeira sinagoga das Américas.

Olinda

03-Post-olinda

Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela Unesco, a cidade é fotogênica. Do Alto da Sé, uma bela vista de Olinda e do Recife. As ladeiras são ornamentadas por casarios coloridos e monumentos barrocos estão em todos os enquadramentos. Visite a Igreja de São Salvador do Mundo, de 1540, e o Mosteiro de São Bento, o segundo fundado no Brasil. No centro histórico, caminhe e conheça museus, ateliês, restaurantes e a Casa dos Bonecos Gigantes, tradição no carnaval local.

Cabo de Santo Agostinho

01-Post-cabo-de-santo-agostinho

Fundado no Brasil colonial, o município possui engenhos antigos que podem, inclusive, ser visitados. Além da parte histórica, as praias encantam os turistas. A Praia do Paiva, mais que sol e mar, oferece vegetação nativa de Mata Atlântica e banho de lama. A Praia de Calhetas chama atenção pelo formato de coração. O acesso passa por estradas de terra, mas as águas cristalinas compensam. Já a Praia do Suape é mais movimentada, com boa estrutura, e perfeita para famílias.

Porto de Galinhas

05-Post-porto-de-galinhas

Está entre as mais conhecidas e agitadas. Possui um centro bem estruturado, com bons restaurantes, lojas variadas e vida noturna animada. O mar é calmo e o principal atrativo são as piscinas naturais. O passeio de jangadas é feito no horário da maré baixa, além da água tranquila, os peixes coloridos garantem a diversão.

Tamandaré

07-Post-tamandare

Lá fica a paradisíaca Praia de Carneiros, com suas águas calmas e quentinhas. A charmosa Igreja de São Benedito, do século XVIII, está erguida sobre a areia branca e fofa. Cenário perfeito para um dia inteiro de descanso.

Maragogi

02-Post-maragogi

Assim como a pernambucana Porto de Galinhas, o ponto alto são as piscinas naturais. A maior delas é a de Galés, que possui limite de vistantes, então, programe-se. Pequenas praias de águas verdes e calmas compõem a cidade. Não perca de conhecer as tranquilas Barra Grande e Praia do Antunes.

Rota Ecológica

Em um trecho do litoral norte de Alagoas encontra-se uma série de pequenas praias pouco exploradas nas quais a população vive da pesca e de agricultura de subsistência e onde o turismo se desenvolve de forma sustentável. A região é perfeita para o sossego. Entre Porto das Pedras e São Miguel dos Milagres, conheça as quase desertas Praia do Tacho e Praia da Laje. Na foz do Rio Tatuamunha, admire os peixes-boi.

Barra de Santo Antônio

A Praia do Carro Quebrado é ponto obrigatório por conta das falésias. Com ajuda de um guia local, é possível chegar também a Praia do Morro. O caminho é feito por uma estrada de areia sem sinalização, ou de barco, mas com um mesmo fim: uma linda praia deserta de mar azul.

Maceió

04-Post-pajucara

É a capital com a orla mais bonita. Para desfrutá-la, fique na Ponta Verde ou em Pajuçara, de onde saem as jangadas para as piscinas naturais da cidade. Ambos os bairros são bem abastecidos de hotéis e restaurantes. Conheça também as praias da parte norte da cidade, que apesar de próximas não são tão movimentadas. Guaxuma e Praia da Sereia são boas pedidas.

O ano todo é quente e úmido, mas a época menos chuvosa é de outubro a março. Para quem gosta de pular Carnaval, vale estar em Pernambuco nos dias de cortejo. Em Recife o destaque é o maior bloco da terra, o Galo da Madrugada, e em Olinda o desfile dos Bonecos de Olinda.

Texto publicado na Revista Férias&Lazer – Edição 53

Deixe um comentário