Carregando...
''
capa

Arquipélago de Tinharé, maravilha da Costa do Dendê

As ilhas de Tinharé, Boipeba, Cairu e outras dezenas de ilhotas compõem o Arquipélago de Tinharé, localizado na zona turística da Costa do Dendê. Banhado de um lado pelo oceano e do outro por um estuário formado pelo Rio dos Patos e o Canal de Taperoá, o arquipélago é serpenteado por grandes canais de manguezais, berçário para robalos, tainhas, caranguejos, siris, camarões, pitus e ostras. A recortada geografia da região dificulta o acesso a alguns pontos das ilhas, o que auxilia na preservação ambiental. No entanto, para alegria dos viajantes, a costa leste, onde fica a maioria das praias, é o lado mais acessível. À disposição, cenários com coqueiros, mata atlântica, mar de águas mornas, calmas ou fortes, praias salpicadas de piscinas naturais, com tartarugas marinhas, golfinhos à vista, barcos pesqueiros e outras belezas naturais e também históricas.

boipeba

A Ilha de Tinharé, localizada ao norte do arquipélago, abriga o destino mais famoso da região – Morro de São Paulo, que une o ar pacato de vila a uma agitada vida noturna. Como carro não é permitido na ilha, aproveite para caminhar pelas trilhas que levam até o Farol, construído em 1855, para uma fantástica vista panorâmica de Morro, a 57 metros de altura e para um dos mais belos pôr de sol.  Para descer, aproveite a tirolesa que parte do local, percorre 340 metros sobre paisagens deslumbrantes, até chegar à Primeira Praia para um gostoso banho de mar. Depois é só seguir a sequência numérica até chegar à Quinta Praia. Lembre-se que a agitação acontece o dia todo, e também à noite, na Segunda Praia, e que chegar à Terceira Praia depende do sobe e desce das marés.

praia-morro-branco

Um delicioso passeio de fim de tarde leva a outro espetáculo cênico do pôr do sol, sentado nas muralhas do Forte, a Fortaleza de Taipirandú, do século 17.  Visite também a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Luz, construída em 1845 e cujo altar é réplica do existente na Igreja de São Francisco, em Salvador.

Dica: São várias as opções para chegar à Ilha de Tinharé, que possibilita acesso às demais ilhas de Boipeba e Cairu. Por exemplo, partindo de Salvador, é possível seguir de carro ou de ônibus até Valença, de onde se pega um barco para Morro de São Paulo. A outra opção é ir de catamarã a partir de Salvador, num percurso de aproximadamente 2 horas, ou em avião, um táxi-aéreo, que faz o trajeto em 25 minutos. Depois, conte com a infraestrutura de tratores e barcos para fazer passeios e outras conexões.

Boipeba difere da agitada Morro de São Paulo pelo ritmo sossegado de vida, onde o que impera é sua natureza rica e quase intocada – a ilha, assim como Tinharé, faz parte da APA – Área de Proteção Ambiental, e sua principal economia ainda é a pesca. Com 20 km de praias de cenários únicos, extensos coqueirais e manguezais, Boiteba é pé na areia. Como carros não entram na ilha, caminhar continua sendo a melhor forma de chegar às atrações. Barcos partem para passeios no mangue, às praias, para mergulhos em piscinas naturais, às cachoeira e às vilas de pescadores, onde é possível, por momentos, viver como um local, saboreando um peixe fresco preparado pelos nativos, lagostas e camarões gigantes, considerados os melhores da região, ou exóticos pratos como moqueca de polvo com banana.

praia-boipeba

O vilarejo de Velha Boipeba é o mais antigo povoado da região, do período do Brasil Colônia, tornado vila em 1610. Também é o de melhor infraestrutura, com restaurantes, comércio e hospedagens.  Em Velha Boipeba fica a Matriz do Divino Espírito Santo, do início do século 17.

O paraíso de Boipeba é a rústica vila de pescadores, Moreré, uma pequena enseada fechada por pedras de um lado e um pequeno manguezal do outro.  Quando a maré baixa, uma grande barreira de corais é revelada e piscinas naturais com centenas de peixinhos coloridos são formadas. Para não pisar nos corais, conte com o auxílio dos nativos que levam você de canoa até as piscinas para deliciosos mergulhos com snorkel.

A partir de Boipeba, o Rio do Inferno e canais levam à Ilha de Cairu, a única cidade-arquipélago do Brasil, com ótima infraestrutura turística. Conta com atracadouro de onde saem barcos fretados para Valença, Boipeba e outras ilhas da região. Vale viver uma experiência singular, fazendo uma parada no barco de cimento permanentemente “ancorado” no canal, no encontro das ilhas de Tinharé, Boipeba e Cairu. No barco, siris, caranguejos, peixes e ostras ainda vivos são oferecidos ao viajante para serem escolhidos e preparados na hora.

boipeba-barco-ancorado

Além dos manguezais, que garantem a pesca de caranguejo e de siri, base das famosas moquecas de Cairu, a cidade também conta com diversos pontos para a prática de mergulho, como Pedras Benedita, Tatiba e Tassimirim.  

O cenário do centro histórico de Cairu, localizado na parte alta da cidade, conta com bicas, sobrados e casarões do século 18 e também construções do século 17, como o fantástico Convento de Santo Antônio e da Matriz de Nossa Senhora do Rosário, ambos em estilo barroco. Visite o Convento e confira a vista espetacular dos braços de mar que separam as ilhas de Tinharé e de Boipeba.

Se seu espírito de viajante pede para ir além dos destinos convencionais na costa baiana, conte com as opções de hospedagens dos parceiros RDC no Arquipélago de Tinharé  com a Central de Reservas RDC Férias ou com o apoio da RDC Viagens, a agência preferencial do associado para passeios ou pacotes turísticos.

Ilma Paim

a RDC tem convenio/PARCERIA com ALGUM HOTEL NESSA REGIÃO? SOU ASSOCIADA E QUERO IR PARA BOIPEBA, PORÉM NO SITE NAO CONSIGO ACESSO

17 de dezembro de 2016 | Responder
    Redação RDC

    Olá, Ilma! Esses destinos são encantadores, não são? Em Cairu, na Bahia, a RDC Férias possui parceria com a pousada Rhydayam, para ajudá-la separamos o link: https://www.rdc-ferias.com.br/hotel/2875#/. Agora, se você tem interesse em se hospedar nas demais cidades mencionadas em nosso post o contato é com a RDC Viagens. Envie um pedido de cotação para o e-mail agencia@rdcviagens.com.br, informando a quantidade de pessoas e o período da sua viagem. Se preferir, entre em contato pelo telefone (11) 2172-0270, 2ª a 6ª feira, das 9h às 19h. Vale lembrar que você pode solicitar também a cotação de outros produtos turísticos com a RDC Viagens. Bom planejamento! :)

    19 de dezembro de 2016 | Responder
Hudson

Gostei

5 de março de 2017 | Responder
    Redação RDC

    Obrigado, Hudson! :)

    6 de março de 2017 | Responder

Deixe um comentário