Carregando...
''

Bolhas para brindar o final do ano

Já chegamos ao mês de Dezembro e as festas de Natal e Reveillon estão próximas, o que causa grande alegria e correria. Há uma série de coisas em que pensar: viagens, comidas e, principalmente, as bebidas. Você já escolheu como vai brindar o final do ano? E como vai harmonizar os vinhos com os pratos?

Vinhos espumantes são grandes “coringas” em harmonização. Eles podem acompanhar uma refeição inteira, desde o aperitivo até a sobremesa. Por isso escolhi falar sobre espumantes nesse texto e dar algumas dicas de compras também. Mas, você sabe como as bolhas são feitas?

01-Post-AdrianaEsteves

Basicamente, todo vinho passa por uma fermentação alcoólica, que vai transformar o açúcar da uva em álcool. A diferença entre os espumantes e o vinhos normais (chamados de tranquilos), é que os espumantes passam por 2 fermentações.

Primeiro é feito o vinho base, e depois esse vinho vai passar por outra fermentação, para ganhar álcool, aromas e bolhas. Há alguns métodos para isso, mas os mais famosos são método tanque e método tradicional.

08-Post-AdrianaEsteves

Método tanque, ou Charmat, é o método usado no Prosecco, por exemplo. É um método rápido, relativamente barato, e a segunda fermentação é feita dentro de tanques sob pressão (daí o nome), para que as bolhas geradas, fiquem presas e se dissolvam no vinho.

O método tradicional, é o usado no champagne, da França, ou no cava, da Espanha. Nesse método, a segunda fermentação é feita dentro da garrafa, e é um processo mais lento, de mais custos e geralmente bem manual.

Aqui uma dica de alguns espumantes para brindar:

06-Post-AdrianaEsteves

Nacionais:

Espumante Aurora Brut 100% Chardonnay: feito pelo método Charmat. É leve, fresco, com aromas de frutas cítricas, ótimo para acompanhar entradas ou saladas. Preço médio: R$ 26,00.

Espumante Décima Rosé Brut: feito pelo método Charmat. Bem aromático no nariz, com notas de frutas vermelhas frescas, como morango e framboesa e aromas florais. Ótimo para pratos leves como salmão ou carpaccio. Custa em média R$ 39,00.

Espumante Cave Geisse Brut: feito pelo método tradicional, é um espumante bem complexo, que pode acompanhar o peru de natal. Preço médio: R$ 77,00.

Espumante Don Abel Moscatel: com aromas perfumados e doce na boca, este espumante é feito pelo método tanque e acompanha bem sobremesas. Cerca de R$ 45,00.

Importados:

Champagne Vollereaux Brut: feito pelo método tradicional, esse champagne tem um ótimo custo benefício e acompanha sua festa do aperitivo ao prato principal. Preço médio: R$ 139,00.

Cava Freixenet Cordon Negro Brut: feito com as uvas tradicionais Parellada, Macabeo e Xarel-lo, pelo método tradicional, é fácil de achar e tem boa qualidade. Custa em média: R$ 75,00.

Araldica Asti Spumante DOCG: feito por uma variação do método tanque, este espumante italiano doce vai bem com panetone. Cerca de R$ 79,05.

**Obs: Preços encontrados em Novembro de 2015.

Saúde!

03-Post-AdrianaEsteves

*Alessandra Esteves é advogada, especialista em vinhos e destilados pela WSET, cursando atualmente o nível 4 nos Estados Unidos, chamado de Diploma. Alessandra tem um Master em Champagne e é autora de três livros de vinhos, “Vinhos da Itália”, “Vinhos da Austrália” e “Opportunities in the Chinese wines and spirits market”. Além dos livros, ela se dedica a gravar Podcasts, Videocasts e vídeos no YouTube, tem um aplicativo para celulares chamado Dama Do Vinho. É também editora do site www.alessandraesteves.com.

Ela estará na Edição 51 da Revista RDC Férias&Lazer e, como conversa boa não dá vontade de terminar,  estendemos o bate papo aquí no blog.

Deixe um comentário