Carregando...
''

Copa: a Rússia mais próxima do Brasil

Não é a zambumba que marca os passos da Troika ou da Khorovod, danças típicas russas. Contudo, o mestre Luiz Gonzaga uma vez sonhou que dançava um pagode russo em Moscou, e a dança lembrava um pouco do frevo, entre movimentos de cai e não cai. De fato, há um mundo imenso que separa o Brasil da Rússia em diversos aspectos o qual se aproxima durante os jogos da Copa.

Toda manifestação cultural tem uma familiaridade, entretanto, a Rússia é um país que intriga e carrega em si vários mistérios que permeiam o imaginário de todos. Uma nação controversa para uma visão ocidental, com grandes paisagens, pontos turísticos e um acesso difícil – geográfica ou politicamente. Viajar pela Rússia é como desvendar o interior de uma Matriosca, que de camada em camada, revela uma face diferente.

.

Atravessando as fronteiras

Quando se fala de fronteiras, pensa-se em linhas imaginárias que separam um país do outro. Certamente, é uma representação resumida de um conceito que vai além dos mapas. São inúmeras fronteiras que o viajante terá que desbravar para chegar à Rússia.

A Rússia é o maior país do mundo, ocupando cerca de 9% de todo território mundial e tendo 14 países como vizinhança. Abre as portas para o ocidente pelo Leste Europeu e segue até o Norte da Ásia. Um império de gelo cortado pela transiberiana, alguns fusos horários e particularidades linguísticas. A fronteira geográfica é a primeira, seguida da fronteira do clima.

A melhor época para viajar é entre a primavera e o início do outono, quando as temperaturas estão agradáveis. O inverno é o período que condiz com toda a representação gélida russa, com temperaturas negativas e paisagens banhadas pela neve. Há quem prefira o frio intenso, vale de cada um.

01-INTERNA-kremlin

A fronteira linguística também é um fator que se deve ter atenção. Nas cidades maiores e turísticas há quem fale inglês. Em locais voltados para o turismo, como guichês e balcões de hotéis, você terá mais chances de ser compreendido. Vale mímica e o santo Google Tradutor para poder falar o essencial. A comunicação é baseada na troca da mensagem, que deve ser compreendida pelo emissor e receptor. Seguindo este pressuposto, entender e ser entendido é o principal motivo que guia a comunicação, e nesse caso, pode ser um pesadelo. Atenção, sobretudo ao que tange a língua, como os códigos não-verbais: nem todo gesto é bem-vindo, posturas e algumas demonstrações de afeto em público. Um simples joinha não é a coisa certa a se fazer por esses lados, por exemplo. 😉

A segurança é algo bem favorável para quem se aventura por terras russas. Por mais que a propaganda negativa sobre esse aspecto seja rodeada pelo medo do terrorismo, é um lugar relativamente seguro, aliás, muito mais seguro que o próprio Brasil. Outro ponto é sobre o visto: brasileiros são liberados em viagens de até 90 dias. Porém, atente-se as recomendações para que não tenha problemas com o governo. A União Soviética se foi, mas, o temor com os documentos ainda permanece, principalmente para quem é estrangeiro. Lembre-se de estar sempre portando o passaporte para qualquer eventualidade. Não estar com seus documentos, pode levá-lo a uma visita à delegacia para prestar maiores esclarecimentos.

.

Passando as fronteiras, hora de conhecer mais sobre a Rússia

A Rússia é um país dicotômico em sua história moderna. Em suas memórias estão tanto a exuberância do império e czares quanto a austeridade da União Soviética. Por anos, foi palco de revoluções e transformações as quais formaram mitos, desafiaram governos e construíram o país como é – ou como a gente imagina.

Para conhecer o mínimo da Rússia, o viajante precisa de algum tempo. Para se locomover dentro das cidades, vá de metrô que funciona muito bem. Voos e trem são requisitados para caminhar para outras cidades. Vários roteiros indicam uma semana dividida entre as duas cidades maiores: Moscou e São Petersburgo.

Moscou

A capital da Rússia é o primeiro destino de todo turista. Entre igrejas ortodoxas e palácios, há uma mistura com as esculturas soviéticas e cores que inspiraram tantos escritores e balés. A primeira atenção fica toda para a Praça Vermelha, velha conhecida dos livros de história. Pode seguir pela catedral de São Basílio e o mausoléu de Lenin – com a múmia do ex-líder em perfeitas condições.

02-INTERNA-moscou

Uma vida moscovita também tem espetáculos clássicos. Claro que não pode faltar o Theatro Bolshoi, bater perna no calçadão Arbat e conhecer restaurantes interessantes.

Você sabia que o Metrô de Moscou é uma atração turística? Conhecida como “palácio do povo”, as estações possuem obras de artes e algumas datam a década de 30. São herança do governo stalinista, demonstrando a modernidade que havia na União Soviética que muitos desconhecem. A estação mais recente, a Dostoyevskaya, foi inaugurada em 2010, com a temática em homenagem ao escritor Fyodor Dostoyevsky, com ilustrações que remetem à cenas de seus livros.

.

São Petersburgo

A denominação de “cidade em claro” é dada pela incidência de sol durante quase 24 horas do dia, durante o verão. Madrugadas iluminadas pelo sol é um sonho de todo turista? Um museu a céu aberto com um ar veneziano, a urbe que foi representada por tantos artistas. Palácios, monumentos, igrejas, museus – tudo isso com valor imensurável.

03-INTERNA-saint-petersburg

Pode-se comparar São Petersburgo à Paris e Versalhes pela sua exuberância aristocrática, com Palácios para todos os gostos. A cidade foi construída no intuito de transmitir o poder dos czares. Durante anos, esse status não era bem visto, deixando de lado esses monumentos. Após a reabertura, alguns prédios foram restaurados para receber o público que buscam por museus e apresentações artísticas.

Um desses palácios é o Palácio de Inverno, uma obra barroca do século XVIII que foi sede do governo czarista. Hoje, é um ponto turístico indispensável para os visitantes, principalmente por abrigar o Museu Hermitage com um acervo das obras mais importantes do mundo. Outro palácio, de verão, é o Catarina, situado a 25 km de São Petersburgo. São 30 hectares de parque e um jardim suntuoso que não deixa a desejar aos jardins de Versalhes.

Mas não pare aí, existem outras cidades bem interessantes para se conhecer. Se tiver tempo, vale explorar! Anote algumas cidades para poder conhecer melhor a Rússia:

  • Kaliningrado
  • Volgogrado
  • Ecaterimburgo
  • Nizhny Novgorod
  • Saransk
  • Kazan
  • Samara
  • Rostov-on-Don
  • Sochi
  • Pereslavl-Zalessky

… e por falar em Pereslavl-Zalessky

A nordeste de Moscou, encontra-se o Golden Ring ou Zolotoe Koltso, um circuito de cidades históricas que abriga um vilarejo chamado Pereslavl-Zalessky, com um cenário pitoresco que remete aos contos de fadas. Com cerca de 40 mil habitantes, essa cidade transporta as diversas narrativas de contos populares russos e convidam a procurar alguma fada perdida pelo vilarejo.

04-INTERNA-taiga

.

A Rússia impressiona pela sua grandiosidade datada séculos atrás. Por muitos anos, foi um centro cultural bem vívido e com produções artísticas transcendentes que influenciaram o ocidente até hoje. Temos diversas opções de roteiros, desde algo mais voltado para a natureza como a história, que inevitavelmente é persistente. Uma viagem por acontecimentos, campos de batalhas da Segunda Guerra, casas de espiões da KGB ou palácios czaristas. Monumentos soviéticos, múmias e muita vodca. Linha férrea de 10 mil km, diversos fusos horários e fronteiras. O excesso é algo inerente à nação, a natureza é monstruosa: maior montanha da Europa, o lago mais antigo do mundo e a maior floresta do mundo – sim, fica na Sibéria.

Para ver de perto e vivenciar toda a grandiosidade deste país de estremos, conte com a flexibilidade do seu Plano de Férias e com o apoio da RDC Viagens, a agência preferencial do Associado. Envie um e-mail solicitando uma cotação, ou entre em contato com os nossos atendentes pelos telefones, e confira as opções atuais de pacotes disponíveis.

RDC Viagens
Segunda a sexta-feira das 8h às 19h30
Telefones: (11) 2172-0270 / 4096-0270
E-mail: agencia@rdcviagens.com.br

> Gostou deste conteúdo, não é associado e quer se juntar ao Clube? Acesse nosso site e entre em SEJA ASSOCIADO! Comece agora mesmo a planejar suas férias.

Deixe um comentário