Carregando...
''

Dicas para viajar com segurança com o cão

Por Alexandre Rossi, especialista em comportamento animal e sócio-fundador da Cão Cidadão, empresa de adestramento e consulta comportamental.

Viajar com o animal de estimação tem sido uma escolha crescente de muitos donos. Eles, além de terem se tornado verdadeiros membros da família, protagonizam momentos de alegria e de diversão, e é sempre bom tê-los ao nosso lado.

Antes de tomar essa decisão, no entanto, é importante se cercar de alguns cuidados: será que o local de destino aceita pets? A viagem será de carro ou de avião? Quais são os cuidados que deverei tomar?

01-Post-ViajarCaes

Então, vamos lá! Depois de escolhido o local do passeio e se certificado de que a entrada de animais é permitida por lá, veja se a saúde e as vacinas do pet estão em dia. Leve-o ao veterinário e aproveite para aplicar, se necessário, o antipulgas. Peça ao profissional um atestado de saúde do bicho, pois será necessário levá-lo durante a viagem.

Já se programe para fazer a mala do pet. Não se esqueça da ração (quantidade suficiente para os dias de viagem), cama, potes de água e comida, e dos brinquedos que ele mais gosta. Coleira com plaquinha de identificação e o número de telefone do dono é fundamental.

Vai de carro?

O animal jamais deve ser  deixado solto no veículo, sob o risco de provocar acidentes. O indicado é que ele esteja preso a um cinto de segurança próprio para pets, ou então, que permaneça em uma caixa de transporte adequada para o seu tamanho. Caso o seu bicho não esteja habituado a essa “toquinha”, programe-se para acostumá-lo com calma e antecedência, ok?

02-Post-ViajarCaes

Faça paradas a cada duas horas, para que o pet possa esticar as patinhas, fazer as suas necessidades e se hidratar.

Quando a escolha é o avião

É fundamental consultar as políticas de transporte de animais da companhia aérea escolhida, bem como a documentação exigida e que deverá ser apresentada no local de destino – além do atestado de saúde e da carteira de vacinação em dia.

O pet deverá ser transportado em uma caixa de transporte – aqui, também vale a orientação de acostumá-lo com antecedência a essa situação -, devidamente identificada com os dados do dono.

03-Post-ViajarCaes

Outra dica é familiarizá-lo às circunstâncias as quais ele será submetido, como, por exemplo, o barulho da área de embarque, a movimentação de pessoas etc. Em viagens longas, o ideal é acostumar o bicho a dormir dentro da caixa.

Seguindo essas dicas, será muito mais fácil para o dono transportar o animal de estimação com  segurança e ficar tranquilo para aproveitar os momentos de lazer em família.

Criada por Alexandre Rossi, a Cão Cidadão atua há mais de 15 anos com adestramento e comportamento animal. Oferece adestramento em domicílio, consultas comportamentais, além de uma agenda mensal de cursos e palestras. Tudo isso com muito amor e respeito. Para saber mais sobre a Cão Cidadão, entre em contato com a Central de Atendimento, pelos telefones (11) 3571-8138 (São Paulo) ou 4003-1410 (demais localidades). Acesse o nosso site: www.caocidadao.com.br.

Texto publicado na Revista Férias&Lazer – Ed. 52.

Deixe um comentário