Blog RDC Férias
Carregando...
''
GRANDE01-DestaqueIlheus

Em Ilhéus, seja seu próprio personagem na terra de Jorge Amado

Palco do período de ouro do cacau na economia brasileira, Ilhéus é considerada a “capital” da Costa do Cacau. Uma faixa do litoral sul da Bahia que compreende 180 km de pura natureza, localizada entre os municípios de Itacaré e Canavieiras. Paisagem de praias intocadas em meio à Mata Atlântica, onde grutas, lagoas e densos manguezais marcam a maior riqueza da região, a sua natureza exuberante.

Entre na alma de Ilhéus, forjada pela própria história do Brasil e narrada por Jorge Amado no livro  São Jorge de Ilhéus, de 1944, que conta a  saga da região e dos primeiros coronéis que se tornaram ricos e poderosos. Aproveite o passeio para sentir o legado dessa história no passeio “Estrada do Cacau e do Chocolate”, um roteiro ao longo da rodovia Ilhéus/ Uruçuca, onde é possível conhecer fazendas bicentenárias famosas pela cultura tradicional do cacau e abertas à visitação, como Provisão, Mocambo, Almada, Renascer, Leão do Ouro e a famosa Riachuelo, que conta com uma fábrica de chocolate gourmet, Mendoá, onde é possível ver de perto o ciclo completo da produção.

07-Post-generica-ilheus

No Centro Histórico de Ilhéus estão reunidas as principais atrações da área urbana da cidade, como a Casa de Jorge Amado, hoje Casa de Cultura, um casarão em estilo neoclássico construído pelo pai de Jorge Amado em 1928 e onde o escritor escreveu o romance “O País do Carnaval”, de 1931. Transformada em Casa de Cultura em 1988, abriga a Fundação Cultural, a Academia de Letras e o Instituto Histórico de Ilhéus.

10-Post-casa-jorge-amado

Ainda no Centro Histórico, aproveite para conhecer a Catedral de São Sebastião, inaugurada em 1967. A igreja possui fachada imponente e segue o estilo neoclássico. Abóbodas e colunas conferem ar grandioso à construção. O contraste é o seu interior, simples e discreto.

09-Post-catedral-de-sao-sebastiao

Próximo à igreja, conheça o Bataclã, antigo cabaré e cassino retratado por Jorge Amado no livro Gabriela Cravo e Canela, localizado próximo ao porto e ao cais. Era ponto de encontro de boêmios, coronéis do cacau, marinheiros e intelectuais no período entre 1926 e 1938. Foi reaberto em 2004 como Centro Cultural Bataclan, com alguns cenários reconstruídos e preservados. Oferece restaurante, choperia, cybercafé, charutaria e salões para exposições, saraus, apresentações teatrais e shows.

11-Post-bataclan

O famoso Bar Vesúvio, aberto em 1920, no apogeu da era de ouro do cacau, também está localizado no Centro Histórico de Ilhéus. Ficou conhecido como cenário do romance entre o “turco” Nacib e Gabriela, no livro Gabriela Cravo e Canela, do escritor Jorge Amado. Em 2000, totalmente reformado e mantendo as características originais, o bar foi reaberto com as tradicionais mesas na calçada. Às terças-feiras, o Vesúvio também oferece apresentações teatrais inspiradas nos personagens Gabriela e Nacib.

01-Post-vesuvio

Para uma vista incrível da cidade, suba até o Alto da Piedade, próximo à Baía do Pontal. Além de  mirante, o local abriga o Convento da Piedade, fundado em 1916. O complexo arquitetônico é composto também pelo Colégio Nossa Senhora da Piedade, construído em 1917 para educar as moças de famílias ricas da cidade, e pela Capela Nossa Senhora da Piedade, uma espetacular construção em estilo neogótico francês, inaugurada em 1929.

08-Post-convento-piedade

Curta uma das raras estâncias hidrominerais à beira mar, a Estância Hidromineral de Olivença, a 14 quilômetros de Ilhéus. As propriedade medicinais das águas dos rios da região, com cloro, ferro e iodo magnético, são comparadas às de Vichy, na França. Para curtir tanta saúde, a opção é utilizar as piscinas públicas de água mineral, para adultos e crianças, e as cachoeiras artificiais do balneário Tororomba, que também oferece infraestrutura de bar, barracas, restaurante, lojas de artesanato, etc.

Rumo às praias de Ilhéus! No litoral sul, a apenas sete quilômetros do centro, a Praia dos Milionários é a mais movimentada da cidade. É decorada por coqueirais e oferece infraestrutura de barracas e de chuveiros. Com águas calmas, areia dourada e fina, atrai famílias com crianças e pessoas que gostam de agito. Seu nome é referência às mansões construídas na orla pelos barões do cacau na época áurea da cidade.

03-Post-praia-dos-milionarios

Surfistas adoram a Praia Back Door, no litoral sul, a 18 quilômetros de Ilhéus, no distrito de Olivença. É considerada uma das mais belas da Costa do Cacau. Rústica e com mar de ondas fortes, atrai surfistas e campeonatos baianos do esporte. Na maré baixa, formam-se piscinas naturais com águas mornas.

02-Post-praia-back-door

Ainda no litoral sul, a Praia de Batuba, localizada a 19 quilômetros do centro de Ilhéus, no distrito de Olivença, é extensa, com coqueiros, pedras e areias escuras. O mar apresenta ondas de mais de 2 metros de altura, ideal para a pratica de surf. Batuba oferece boa infraestrutura de bares e cabanas de praia. Na orla, piscinas de água mineral e estrutura para outras atividades esportivas como vôlei e futebol.

05-Post-praia-de-batuba

No litoral norte de Ilhéus, curta a Praia de São Miguel ou Praia da Barra, a apenas cinco quilômetros do centro. O cenário envolve coqueirais, mar de águas calmas e infraestrutura de barracas.

04-Post-praia-de-sao-miguel

A apenas seis quilômetros do centro de Ilhéus, no litoral norte, a  Praia do Norte  também é muito frequentada por surfistas. Adornada por um colar de coqueiros, pela exuberante Mata Atlântica nativa e pelo rio Almada, que corre paralelo à praia, tem quase 50 quilômetros de extensão e é dividida em 7 praias. São praias menos badaladas que as do sul, possuem poucas barracas e menos infraestrutura, mas têm espaço suficiente para a prática de várias atividades esportivas. Moamam é uma das praias mais procurada pelos baianos.

Para uma vista privilegiada da Baía do Pontal, da Praia da Avenida e do Centro Histórico de Ilhéus, siga para a pequenina Praia da Concha, localizada na base do Morro do Pernambuco. São apenas 100 metros de sossego e de diversão nas águas calmas do mar e nas areias adornadas por denso coqueiral.

06-Post-praia-da-concha

Para sentir o gosto de Ilhéus e da Bahia,  os bairros de Pontal e o distrito de Olivença são os melhores locais para degustar pratos típicos da culinária baiana: moquecas, bobós, acarajés, frutos do mar e peixes, além de pratos da cozinha internacional, especialmente italiana, francesa, árabe e portuguesa.

12-Post-acaraje

Para conhecer de perto a  Ilhéus de Jorge Amado, as histórias, belezas e gostosuras da Costa do Cacau, considere as opções de hospedagens dos parceiros RDC na região. Consulte a nossa Central de Reservas.

Deixe um comentário