Carregando...
''
Alto-Paraíso-Capa1

Energias místicas de Alto Paraíso de Goiás e de Brasília, nos paralelos 14º e 15º

O sonho premonitório de um santo, Dom Bosco, sobre o local da construção de Brasília entre os paralelos 15º e 20º e os enigmas místicos de tudo que está localizado no paralelo 14º, como Machu Pichu e Alto Paraíso de Goiás, inspiram diferentes experiências de viagem no coração do Brasil.

Abra-se para conhecer um poder diferente em Brasília, o místico. Vá ao encontro das pirâmides, ou triângulos, de Brasília. Comece pelo sonho realizado: o Eixo Monumental , que imaginariamente divide a América do Sul em duas partes iguais. Conheça a Praça dos Três Poderes, localizada no centro do triângulo formado pelo Palácio do Congresso Nacional (poder Legislativo), o Palácio do Planalto (Executivo) e o Palácio do Supremo Tribunal Federal (Judiciário).

Dois guerreiros candangos guardam a entrada da Praça. A escultura em bronze, de Bruno Giorgi, homenageia os trabalhadores da construção de Brasília. Triângulos diferentes formam a escultura: do abraço entre os dois, que remete às formas das colunas dos palácios brasilienses, ao ângulo formado pelas pernas fincadas no chão.

Pça do três poderes

Procure os simbolismos na arquitetura dos prédios desenhados por Oscar Niemeyer e nas esculturas criadas para representar as edificações. Descritas por Niemeyer como “leves como penas pousando no chão”, as elegantes colunas triangulares marcam a arquitetura do Palácio do Planalto. As mesmas formas triangulares atuam como pilares que apoiam lateralmente o Palácio do Supremo Tribunal Federal, afastando-o do solo e dando a impressão de estar flutuando. À noite, iluminada, essa sensação é perfeita. À frente do prédio está a escultura “A Justiça” de Alfredo Ceschiatti, que como os antigos, retrata Themis, a deusa grega da Justiça e das Leis, uma mulher com os olhos vendados simbolizando a imparcialidade da justiça. A espada, deitada sobre seu colo, forma a base do triângulo, tendo a cabeça como o vértice.

Palácio da-Justiça

O Senado e a Câmara dos Deputados são representados pelas duas formas, côncava e convexa, sustentadas sobre o Palácio do Congresso Nacional. Nelas é possível traçar dois triângulos com seus vértices voltados para cima e para baixo.

Brasília

Ainda no Eixo Monumental, há mais triângulos pelo trajeto a caminho do ponto exato da passagem do paralelo 15º. Na Catedral Metropolitana dezesseis pilares curvados elevam-se como arestas de triângulos que se encontram e fecham-se para depois abrirem-se novamente em dezesseis pontas sobressalentes, tal qual uma coroa em direção ao céu. Um vitral composto por dezesseis peças de fibra inserem-se em triângulos com dez metros de base e trinta metros de altura entre os pilares de concreto.

Na saída do Eixo Monumental, o Lago Paranoá oferece a ponte JK. Três arcos metálicos se intercalam e parecem quicar sobre o lago, por cima das pistas e calçadas que levam ao Lago Sul. Estamos indo rumo ao paralelo 15º, para visitar a 1ª. obra da construção de Brasília. A Ermida Dom Bosco é uma pequena capela em forma de pirâmide, recoberta de mármore branco, projetada por Oscar Niemeyer e erguida em homenagem ao santo italiano que sonhou com uma terra magnífica que brotaria naquele local, em frente a um lago.

Aproveite a vista privilegiada do local para apreciar tudo que você viu antes no Eixo Monumental, sob outra perspectiva. Uma visão panorâmica da área central de Brasília e do Palácio da Alvorada.

Fique mais um pouco: a Ermida está integrada ao Parque Ecológico Dom Bosco, a área verde preferida dos brasilenses. Corte o chão nas pistas de skates, dê pedaladas nas ciclovias, faça um piquenique e assista a um dos mais bonitos pôr do sol do Brasil.

Santuário-do-Bosco

O cair da noite também pode ser visto dos restaurantes e bares que ficam em frente ao Paranoá, no Pontão do Lago Sul, local que também oferece opções de lazer para esportes náuticos, parque de areia para crianças e píer, onde embarcações particulares podem atracar.

Há mais triângulos representados em Brasília, como o teto que cobre a da igrejinha Nossa Senhora de Fátima, como um grande chapéu de freira branco, e os famosos pilares triangulares que a sustentam. O painel de azulejos, de Athos Bulcão, cobre a  sua lateral de arte: pombas de asas abertas, anjos caídos, tal qual triângulos em queda livre, que remetem aos traços da planta da cidade, desenhada pelo urbanista Lucio Costa.

Igreja

igreja-brasilia

Se Brasília é uma planície a 1.100 metros acima do nível do mar, erguida sobre um manto de cristais em seu subsolo, há ainda muito mais energia pertinho dali, a apenas 230 km do Distrito Federal, exatamente sobre o paralelo 14º, em Alto Paraíso de Goiás. A cidade, um dos municípios da região da Chapada dos Veadeiros, está assentada sobre uma placa de cristal de quartzo de cerca de 4 mil metros quadrados, no ponto mais alto do planalto central, a 1300 metros de altitude.

Alto-do-Paraíso

A riqueza do lugar está na diversidade. Na energia das pedras; nas cachoeiras com quedas d’água de até 120 metro; nos rios que cortam rochas; na força da natureza que abre cânions; na beleza do lobo guará, da seriema, dos tucanos; no poder medicinal dos florais do cerrado. Está no ritmo de vida alternativo da região, que reúne mais de quarenta grupos místicos, filosóficos e religiosos. Uma população formada pelos locais e por aqueles que vieram de outras regiões do Brasil e do mundo.

Descubra os mistérios do coração do Brasil. Em Brasília e Alto Paraíso de Goiás, escolha as diferentes opções de hospedagens oferecidas pelo seu Clube de Férias RDC.

Deixe um comentário