Carregando...
''

Experiências saborosas em Bento Gonçalves

Tratar da beleza e da saúde do corpo com substâncias extraídas das uvas. Alimentar a alma, caminhando entre parreiras carregadas, sentindo seu perfume ou na pisa das uvas. Degustar, aprender a harmonizar e apreciar os diferentes sabores e texturas dos vinhos… As múltiplas formas de apreciar a bebida mais antiga do mundo é o delicioso atrativo da cidade de Bento Gonçalves, a capital nacional do vinho.

06-Post-bento-goncalves

Bento, como é carinhosamente chamada, tem suas raízes na imigração italiana ocorrida no século 19. Está localizada na Serra Gaúcha, a 115 quilômetros de Porto Alegre. Resume paisagens, tipos humanos, mesa farta, músicas, hábitos e costumes preservados, inspirando os viajantes a conhecer o sul do Brasil, com seu jeito europeu. Ali, as quatro estações do ano são bem definidas na rgião, clima frio típico de montanha, com temperaturas que chegam a até três graus negativos no inverno e trinta e seis graus no verão.  A primavera e o outono dão show de cores.

.

Pela Via del Vino

Até o nome da via central da cidade remete ao néctar dos deuses. Via del Vino concentra a vida econômica e cultural da cidade. Um passeio por ela nos leva a conhecer prédios históricos como o da prefeitura, construído em 1901, e igrejas como a de São Bento,  de arquitetura singular, em formato de pipa de vinho. Placas informativas instaladas nos  prédios contam um pouco da história de cada um para a cidade.

02-Post-via-del-vino-bento-

.

Caminhos de Pedra, a história preservada

O circuito Caminhos de Pedra, além de bem bacana, é um dos mais bonitos de Bento Gonçalves, e também mais representativo da história e do legado da imigração italiana na região. O destino é a Colônia São Pedro, a apenas 13 quilômetros do centro de Bento, percurso que pode ser feito de bicicleta. Remete a paisagens do norte da Itália com moinhos movidos à roda d’água, casas de massas, de teares, de erva-mate, criadores de ovelhas, salumerias, além de cantinas e capelas. Uma ótima oportunidade para degustar as delícias da culinária local em restaurantes típicos, instalados em casas de madeiras e de pedras; e para adquirir alguns produtos artesanais como queijos, salames, conservas, doces, sucos, geleias, biscoitos, mate, iogurtes, massas, vinhos e produtos à base de leite de ovelha.

05-Post-colonia-sao-pedro

Você sabia? Salumerias é como chamam as casas que fazem salames artesanais, embutidos de porco de forma geral, com temperos especiais, técnicas especiais de curar, defumar, embutir etc. O termo é antigo, mas está retornando devido a procura de chefs por essas casas.

.

Pelo Vale dos Vinhedos

Assim como acontece internacionalmente em regiões como Bordeaux, na França, a denominação de origem “Vale dos Vinhedos” é uma conquista dos produtores de vinho da região que compreende os municípios de Bento GonçalvesGaribaldi, uma das maiores produtoras de espumantes do mundo, e Monte Belo do Sul. São mais de 30 vinícolas que ostentam o selo de procedência e oferecem visita guiada com enólogos, que incluem visitas aos parreirais e acesso a todo o processo de produção e às caves. No roteiro estão vinícolas como Casa Valduga, Miolo, Aurora, Salton Geisse, marca de um dos melhores espumantes do Brasil. Em algumas propriedades também é possível encontrar ótimos restaurantes, como na Cordelier, com o restaurante Don Ziero no segundo piso, famoso pela especialidade da casa: o “Cordeiro a Don Ziero”! Pernil de cordeiro desossado e grelhado ao vinho tinto.

01-Post-vinicula-miolo

Também vale a pena aproveitar a paisagem para um belo piquenique ao ar livre.

O roteiro “Vale dos Vinhedos” também pode ser feito com bikes convencionais e elétricas em pedaladas que chegam a atingir 800 metros de altitude.

 .

Bento o ano todo

Em cada estação do ano uma experiência deliciosa com uvas e vinhos em Bento.

No verão, quando acontece a vindima (colheita das uvas), os parreirais estão fartos e, tradicionalmente, festas acontecem por toda a região para celebrar a colheita. Vinícolas, hotéis e restaurantes oferecem atrações. Aproveite para interagir com os locais, participando simbolicamente da colheita e da pisa das uvas, divertindo-se com atrações folclóricas, jogos italianos como a Corrida dos Garrafonistas e passeios de “tuc –tuc” na versão agrícola de 4 rodas, um carreto adaptado para transportar os viajantes nas visitas às vinícolas.

03-Post-bento-goncalves

No outono e na primavera são organizadas várias atividades envolvendo a cultura do vinho na região, desde cursos de harmonização a caminhadas enogastronômicas que reúne corais, apresentações artísticas, comidas típicas e vinhos, durante e no final da caminhada.

O inverno na serra é dos merlots, dos cabernet sauvignon, dos vinhos da italianíssima casta ancellotta . É quando tudo fica harmonizado, clima, paisagem, gastronomia e boa companhia.

.

 Aventuras em Bento

Aproveite para explorar a geografia de Bento Gonçalves, a formação geológica de uma região de vales, cânions, rios, cachoeiras, cavernas e túneis. O Parque de Aventuras, localizado na rota rural de Eulália, tem infraestrutura completa para isso. Vá para lá nem que seja para ver a natureza, fazer trilhas, levar as criança no parque infantil e aproveitar as churrasqueiras para um delicioso piquenique ao ar livre. Os mais aventureiros podem praticar rapel a 135 metros de altitude no “Paredão da Eulália”, uma imensa parede rochosa; escorregar numa tirolesa de 750 metros de extensão, a 60 metros de altura ou  praticar arvorismo e até paintball.

04-Post-parque-das-aventuras

Enoturismo é uma boa pedida para férias diferentes, qualquer época do ano. Consulte as opções de hospedagem das redes de hotéis parceiros RDC em Bento Gonçalves e região. Consulte a nossa Central de Reservas.

Deixe um comentário