Carregando...

Monte Verde, uma vila alpina em pleno país tropical

Em um vale, no alto da Serra da Mantiqueira, a 1560 metros de altitude, surge uma cidade cercada por montanhas, platôs, casas em estilo alpino cobrindo as encostas, araucárias centenárias e clima deliciosamente frio. Este é o cenário de Monte Verde, distrito de Camanducaia, no sul de Minas Gerais, a 166 quilômetros de São Paulo.

Monte Verde oferece paisagens lindíssimas de janeiro a dezembro. As temperaturas variam de 28º C no verão a -10º C no inverno. Todas as estações rendem fotos incríveis. Vale a pena levantar cedinho no inverno para tirar foto das plantas salpicadas de gelo, dos telhados brancos, da fumaça saindo pelas chaminés. No verão, vale fotografar o show de cores e beleza das hortênsias.

04-Post-monte-verde

Dica: Aproveite a visita ao centrinho comercial da cidade para degustar e levar para casa guloseimas artesanais como geleias e doces de frutas.

Também faz parte da paisagem de Monte Verde casas de chá, restaurantes românticos com lareiras, cafés descolados para ver e ser visto.  Tudo para dar o clima perfeito e saborear as deliciosas opções gastronômicas do lugar, desde a tradicional cozinha mineira até os pratos com forte influência alemã, suíça, italiana, povos atraídos pela paisagem e influenciados pelos primeiros imigrantes vindos da Letônia, que povoaram a cidade. A truta, peixe característico de regiões frias e montanhosas, e o fondue, de queijo ou de carne, são pratos clássicos de inverno e valem ser conferidos nos restaurantes  da cidade.

03-Post-paulo-das-trutas

Dica: Até às 18 horas é possível fazer um passeio dois em um no “Paulo das Trutas”. Em meio ao verde, é possível conhecer a criação de trutas e saborear, na varanda casa, uma das 20 receitas diferentes preparadas com o saboroso peixe das montanhas.

Não deixe de fazer um tour pela Cervejaria Fritz, com direito a informações sobre a produção e copo especial para degustação. Ela foi criada em 1993 pelo mestre cervejeiro Jörg Franz Schwabe, formado na Alemanha, onde começou a produzir cervejas artesanais. Aproveite que a Chopperia do Fritz fica anexa para provar o famoso prato alemão Eisbein (joelho de porco) e a sua versão fingerfood, o bolinho Eisbein, perfeito para acompanhar os diferentes tipos de cervejas artesanais da casa.

06-Post-cervejaria-fritz

Deslizar numa pista de gelo pode ser bem divertido a dois, com as crianças ou um programa bem diferente para a família toda. Monte Verde oferece uma pista de patinação que fica aberta todas as estações do ano. A pista de 240 metros quadrados foi desenvolvida na Alemanha e é ecologicamente correta. O rinque é seco, não agride a camada de ozônio, não utiliza qualquer tipo de gás ou produto químico e dispensa o uso de energia elétrica.

O clima de Monte Verde, tanto no verão quanto no inverno, é um convite a explorar as atrações da natureza e explorar paisagem como a Cascata da Seriema. Com 5 metros de altura, é a única que fica dentro da vila.  Para mais emoção, a maior queda d’água do estado de São Paulo está pertinho dali, a apenas 31 quilômetros de Monte Verde, em Joanópolis: a Cachoeira dos Pretos, com 154 metros de altura. No local há piscina natural, bicas para banhos e itens de infraestrutura.

07-Post-cachoeira-dos-pretos

Algumas trilhas de Monte Verde podem ser exploradas num ritmo diferente, pilotando um quadriciclo. A cidade dispõe de uma das maiores frotas de quadriciclos do país. Fáceis de guiar, eles podem ser alugados nas agências que ficam no centro da vila, com aulas dos monitores sobre manobras básicas. Também é possível fazer o passeio acompanhado de um guia. Os adultos percorrem trajetos “com emoção” em grupos pelas estradas da cidade enquanto as crianças pilotam modelos infantis em pista própria para elas, com instrutores.

02-Post-quadriciclo-monte-verde

Fácil, plana e agradável, a Trilha do Pinheiro Velho presta uma homenagem ao mais antigo pinheiro da região, com mais de 500 anos. No coração de Monte Verde, entre araucárias centenárias, mata nativa, passarelas, pontes rústicas, degraus e corrimões, a trilha pode ser feita a pé ou de bike, com alguns trechos diferenciados para pedestres e ciclistas.

Dica: utilize o caminho 1, partindo da Av. Monte Verde. É o mais utilizado e por este motivo é também o mais bem marcado.

01-Post-trilha-do-pinheiro-velho

Um passeio clássico pelas montanhas leva às Trilhas das Pedras: a Pedra do Chapéu do Bispo, Pedra Partida e a Pedra Redonda. A Pedra do Chapéu do Bispo fica 2030 metros de altitude e exige uma escalada com ferros fincados para chegara até o topo. A Pedra Partida, a 20150 metros, é um trajeto mais longo e mais tranquilo. De lá se avista toda a vila de Monte Verde e, ao longe, a Pedra do Baú ,em S. Bento do Sapucaí, e a região de Campos do Jordão. A Pedra Redonda, a 1990 metros de altitude, é uma trilha curta, de 880 metros de extensão, bem marcada, que oferece  uma das vistas mais bonitas de Monte Verde e região.

08-Post-MonteVerde

Dica: Para as caminhadas nas montanhas use um tênis antiderrapante, bem confortável, boné e protetor solar, mesmo no inverno. Não se esqueça de levar água.

Prepare a máquina fotográfica e vá até o aeroporto de Monte Verde para acessar o Mirante de Monte Verde que está instalado ali, a 1560 metros de altitude. A vista panorâmica da cidade com as montanhas ao fundo rende fotos fantásticas para recordar.

05-Post-mirante-monte-verde

Um passeio com a criançada é perfeito na Chácara Adélia. 25 mil metros quadrados de área verde com lago de carpas, fontes, playground e lanchonete e também uma galeria de arte permanente, no Espaço Cultural.

Entre no romântico clima de montanha e planeje a sua próxima experiência de viagem em Monte Verde. Confira as opções de hotéis parceiros RDC na cidade e região. Conte com a nossa Central de Reservas.

Deixe um comentário