Carregando...
''
00-CAPA-Cartagena

Pelas ruas de Cartagena com Gabo

Gabriel García Márquez fez da capital da Colômbia palco para personagens de alguns de seus livros viverem histórias fantásticas, o chamado realismo mágico, provocando nos leitores o desejo de reviver emoções, conhecendo os lugares que o inspiraram

Cartagena das Índias, no Caribe Colombiano, já tem em sua formação uma história digna de livros de aventuras. Foi construída dentro de uma muralha erguida para proteger a cidade dos ataques de corsários ingleses e franceses. Mas Gabo, apelido de infância de Gabriel García Márquez, viu mais do que isso. O ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 1982,  que nasceu em Aracataca em 1927 , viveu em Cartagena momentos decisivos  da sua vida, foi lá que deu seus primeiros passos como jornalista e onde começou a escrever seu livro mais famoso “Cem anos de Solidão”. Embora vivendo desde 1960 na Cidade do México, era de Cartagena que vinha a inspiração para criar personagens e cenários para livros como “Do amor e outros demônios” e “O amor nos tempos do cólera”, que também virou filme em 2007.  Livros que servem de referência para roteiros pela cidade amuralhada, para caminhar comparando ficção e realidade e a própria vida do escritor que morreu em 2014 e chegou a declarar: “Todos meus livros carregam em si alguma coisa de Cartagena”. No entanto, muitos dos locais eleitos por Gabo para servir de cenário para suas obras, eram pura inspiração, ganhavam funções diferente das exercidas na realidade e até nomes diferentes.  Vale a emoção da descoberta.

01-INTERNA-Convento

Convento Santa Clara – O primeiro conto de Gabo, de 1947, “A terceira resignação”, já tratava da história fantástica de uma criança que continuava a crescer mesmo depois de morta. Não foi por acaso, portanto, que o Convento Santa Clara, construção de1621, tenha inspirado Gabriel García Márquez. Ele visitava o local, quando trabalhava como jornalista, para uma reportagem sobre o convento que seria transformado em hotel. Na ocasião, presenciou a abertura de uma das tumbas onde estavam os ossos de mulher adornados por 22 metros de cabelos. A imagem o levou a refletir sobre a fantástica realidade de os cabelos continuarem crescendo mesmo após a morte. Dessa visão foi criada a personagem principal do livro “Do amor e outros demônios, de 1994”, Sierva Maria, filha de um marquês, rejeitada pelos pais e criada desde pequena por escravos, que é levada a um convento para ser exorcizada. O local é descrito nos detalhes, salões e pátios, como o Santa Clara.

Dá para conferir esse cenário no Sofitel Legend Santa Clara Cartagena que, em 1995, transformou o antigo convento, preservando a estrutura original da construção que oferece vistas incríveis do centro histórico.

Praça de los Coches – Foi no sul dessa praça que Sierva Maria, ainda criança, é mordida por um cão raivoso em Do amor e outros Demônios”. O local também foi marcante para Gabo que declarou ter sido ali, ao atravessar a passagem sob a Torre del Reloj e cruzar o Portal dos los Escribanos (Portal dos Doces) que decidiu deixar de estudar Direito e se dedicar à escrita. “Foi um nascer de novo”, confessou. 

05-INTERNA-PracaDeLosCoches

A praça era local de comércio de escravos e a primeira praça ao se atravessar a Torre do Relógio, antigo portal da cidade murada. No final do século 18 recebeu o nome de Praça dos Carros, quando foi permitido estacionar carruagens no local. Para a alegria dos turistas, ainda há coches na praça que levam os visitantes para passeios pela cidade.

Portal de los Dulces –No livro “O amor nos tempos do cólera”, o portal é citado como Portal de los Escribanos. Embaixo dos arcos, Fermina Daza recebe a primeira carta de amor de Florentino Ariza. Também é cenário da passagem determinante do livro, quando Fermina reencontra Florentino e o reconhece quando este sussurra ao seu ouvido “Este não é um bom lugar para uma deusa coroada”, como ele a chamava em suas cartas. Mas ela apenas acena e o rejeita. Eles se encontrariam novamente somente 51 anos, nove meses e quatro dias depois.

03-INTERNA-PortalDulces

O Portal dos Doces faz jus ao nome. Lá são encontrados doces típicos como as “panelitas” à base de leite e coco e as famosas cocadas. Também é de lá que se tem o melhor ângulo para apreciar a Torre do Relógio.

Plaza Fernández de Madrid – Referência para a criação do Parque de los Evangelicos, onde ficava a casa de Fermina Daza, a paixão de Florentino Ariza que permaneceria acesa ao longo da sua vida. Religiosamente, ele sentava-se num banco do parque para, discretamente, vê-la passar de uniforme escolar a caminho do colégio.

A praça é rodeada de sacadas floridas e é ponto de encontro dos moradores locais e um delicioso espaço para os visitantes vivenciarem a cidade como um local. Só para curtir o cenário com um dedo de poesia, a casa de Fermina, imaginada por Gabo, fica ao lado do prédio da Aliança Francesa.

Catedral Santa Catalina de la Alejandria – cenário da celebração do casamento entre Fermina e Juvenal Urbino no livro “O amor nos tempos do cólera” e também local da missa de um ano de morte de Juvenal, momento em que Florentino começa a se reaproximar de Fermina.

01-INTERNA-Catedral

Localizada no centro histórico, na Praça da Proclamação, a leste do Parque Bolívar, a catedral começou a ser construída em 1577, foi atingida no ataque do pirata inglês Drake em 1586 que invadiu Cartagena e foi concluída apenas em 1663. Foi declarada Monumento Nacional da Colômbia em 1955. As visitas à igreja devem ser marcadas e são autoguiadas.

Praça Simon Bolívar – García Márquez se inspirou no Palacio de la Inquisición, localizado nos arredores da praça, para a criação do Colegio de la Presentación de la Santísima Virgen , escola onde Fermina estudava e cenário do episódio que viria mudar o rumo da sua vida, quando foi flagrada por uma das freiras respondendo uma das cartas de Firmino.

04-INTERNA-PracaBolivar

A praça, também conhecida como Parque de Bolívar, é um grande espaço urbano localizado no centro histórico de Cartagena das Índias, arborizado, com fontes de água e bancos para se abrigar à sombra. Um oásis.

Teatro Adolfo Mejía – Mais um cenário do livro “O amor nos tempos do cólera”, palco de “Los jogos florales”, concurso de poesia, e local onde Florentino Ariza conheceu Sara Noriega e por poucos momentos conseguiu afastar seus pensamentos de Fermina.

06-INTERNA-TheatroHeredia

Sua fachada traz o nome de Teatro Heredia , foi construído em 1911 sobre a antiga igreja das Mercês para a realização dos jogos florais . A visita ao interior do teatro revela toda a sua beleza arquitetônica , inspirada nos teatros de ópera dos séculos 18 e 19, com belíssimo teto de afresco. O teatro é palco de shows, espetáculos de dança e peças teatrais.

Para conhecer destinos internacionais, conte com a flexibilidade do seu Plano de Férias e com o apoio da RDC Viagens, a agência preferencial do Associado.

RDC Viagens
Segunda a sexta-feira das 8h às 19h30
Telefones: (11) 2172-0270 / 4096-0270
E-mail: agencia@rdcviagens.com.br

Texto Publicado na Revista Férias&Lazer – Ed. 56

Adalgiza Cristina r s Lopes

maravilhoso!!!! Eu quero ir primeiro pra GRAMADO.Manda pra mim a programação somos em 04 pessoas

21 de maio de 2018 | Responder
    Redação RDC

    Ótima escolha, Adalgiza! Para solicitar sua reserva, entre em contato com a nossa Central de Reservas. Nosso atendimento acontece de 2ª a 6ª, das 8h às 20h30, nos telefones (11) 2172-0250/4096-0250. Se preferir, conte com nossas opções de solicitação em nosso site. Na opção ‘Solicite sua Reserva’, disponível em sua área restrita, você deve indicar 3 opções de destinos/hotéis diferentes, para aumentar as chances de confirmação. Se você possuir apenas uma opção de destino, conte com o campo “Observações”, preenchendo com a sua preferencia de cidade/hotel. Recebendo sua solicitação, nossa Central de Reservas entrará em contato. Permanecemos à disposição. Obrigado.

    22 de maio de 2018 | Responder

Deixe um comentário