Carregando...
''

Praia do Francês, o Havaí é aqui

Sabe a praia perfeita? Aquela que reúne tudo: longa, 34 quilômetros de areia fofa e branca, centenas de coqueiros em sua orla e mar azul turquesa que se divide em dois: um trecho com ondas fortes, perfeitas para surfar, e outro, protegido por corais, com águas mansas, ideais para a prática de jet-ski e esportes a vela?

O “Havaí brasileiro” fica no município de Marechal Deodoro, a apenas 33 quilômetros de Maceió, capital do estado de Alagoas. O apelido tem razão de ser não só pelo cenário que lembra paisagens das ilhas do pacífico, também pelas famosas ondas tubulares de mais de 2 metros de altura, perfeitas e simétricas, que se formam do lado direito da praia. Surfistas desfilam com suas pranchas nesse pedaço rústico e tranquilo, palco de campeonatos nacionais e internacionais de surfe.

Do lado esquerdo da Praia do Francês, o cenário se inverte: mar calmo, praia agitada e cinco quilômetros de recifes de coral, com piscinas naturais que atraem crianças e famílias, enquanto animadas barracas, bares e restaurantes de petiscos prometem agito e deliciosas comidinhas à base de frutos do mar.

03-Post-imagem-generica-praia-do-frances

Aproveitando o lado calmo do mar, a diversão é garantida: passeios de barcos até os bancos de corais para mergulhar nas piscinas naturais e observar espécies marinhas locais ou destilar adrenalina em divertidos passeios de banana-boat. Para aproveitar bem o marzão forte e calmo, aulas de surf, caiaque e mergulho são ministradas em plena praia.

Aproveite a maré baixa para ir a pé até à Praia do Saco, ou “Saco de Pedra”, localizada entre a Lagoa Manguaba e a Praia do Francês. A praia fica numa reserva ecológica, em frente ao vilarejo de Massagueira , antiga colônia de pescadores , banhado pela Lagoa Manguaba. Aliás, outra forma de chegar é de barco, pela lagoa. A paisagem é assim: vegetação nativa, coqueiros na orla, areia branca e fina, mar calmo e águas transparentes. Duas barreiras de recifes são responsáveis pela formação magnífica da praia de piscina natural em formato de saco.

A Reserva Ecológica do Saco da Pedra faz parte da Área de Proteção Ambiental da Ilha de Santa Rita, a maior ilha lacustre (em lago) do país, com mais de 12 quilômetros de superfície, uma região com manguezais, matas de restinga e trechos de Mata Atlântica.

02-Post-lagoa-manguaba

Uma visita ao Centro Histórico de Marechal Deodoro ajuda a contextualizar historicamente a Praia do Francês e as pessoas que vivem na cidade que abriga tanta beleza no seu litoral. Começa pelo nome da cidade: Marechal Deodoro, em homenagem ao Marechal Deodoro da Fonseca que era alagoano e foi o primeiro presidente da república do Brasil. Fundada em 1591, foi a capital da província das Alagoas em 1815 e elevada a cidade em 1939. Em 2006 a cidade foi considerada Patrimônio Histórico Nacional pelo Ministério da Cultura.

O Centro Histórico começou a ser construído no século 17. O Palácio Provincial serviu de sede do governo das Alagoas até 1839, quando a capital foi transferida para Maceió.  Desde 1961 é sede da prefeitura de Marechal Deodoro.

01-Post-palacio-providencial

A Casa de Deodoro, localizada no centro da cidade, é um prédio em estilo colonial construído no século 17, com detalhes característicos como o beiral de telha em biqueira, com acabamento de telha dupla, quatro janelas e porta central. A casa abrigou a família de Deodoro da Fonseca e onde ele nasceu. Restaurada, hoje é sede do museu que abriga um acervo de peças, quadros e mobiliário que remetem à época da proclamação da república no Brasil, em 1889.

A antiga Cadeia Pública e Casa da Câmara, uma construção de 1850, fica na  parte alta da cidade, de onde se vê toda a área de lagoas do município e ótimo ponto para ver o pôr-do-sol. Hoje,  restaurado, o prédio oferece espaço com exposições sobre a cidade. A localização é fantástica.

04-Post-igreja-maria-madalena

Vale a visita ao conjunto arquitetônico que reúne a Igreja Maria Madalena e o Convento de São Francisco pela história da sua ocupação e pela arquitetura, uma construção iniciada no século 17 (1684) e concluída em 1793. Especial atenção para a fachada da igreja com adereços em formas de plantas esculpidas em pedra calcária, a técnica de construção da Capela, o raríssimo Cristo Crucificado que está no altar- um exemplar da escola Jansenista, movimento religioso do século 17. No convento, atenção para o pátio interno que nos remete à Idade Média, com colunas e aros em alvenaria com três cantos. Na parte superior do prédio funciona o Museu de Arte Sacra de Alagoas.

Para curtir tranquilamente os dois lados da Praia do Francês e seus arredores, viajantes RDC podem se hospedar diretamente em Marechal Deodoro.  Não deixe de conferir as opções de hospedagens dos hotéis parceiros RDC na cidade e região. Conte com a nossa Central de Reservas.

Imagem capa: (via)

Deixe um comentário