Carregando...
''

Salinópolis, as praias oceânicas do verão amazônico

Diversidade é a palavra que descreve a região amazônica. E não poderia ser diferente na Amazônia Atlântica, uma área localizada no nordeste do Pará, banhada pelo oceano Atlântico, onde a atração principal são as praias de mar aberto – uma experiência diferente para quem está acostumado com rios e praias de água doce.

Salinópolis , a 220 quilômetros de Belém,  é o destino preferido da população da região, especialmente no verão amazônico – de junho a outubro, quando as chuvas são mais raras.

04-Post-LagoaCocaCola

Salinas, como é carinhosamente chamada, não oferece apenas água salgada do mar, também é rica em águas doces de lagoas, como o Lago da Coca Cola, formado entre as dunas na praia do Atalaia, batizado com esse nome por causa das suas águas doces, escuras e geladas.

Também oferece águas minerais frias, como da Fonte Caranã, no centro urbano de Salinópolis, razão de Salinópolis ter sido declarada Estância Hidromineral .

A temperatura em Salinópolis tem média de 27º e atinge 31º durante o verão amazônico. São mais 20 quilômetros de praias de águas oceânicas de tonalidade verde que variam para o acinzentado, dependendo das correntes que levam sedimentos do rio Amazonas. Uma paisagem que mistura manguezais, rios, furos, igarapés, lagoas, brancas dunas de areias finas e um percurso entre ilhas praticamente desertas, berçários de aves de raro tom avermelhado, os magníficos guarás.

02-Post-Fonte-Carana

Uma ciclovia 7 km liga a orla de Salinas ao trevo de entrada da cidade. A praia do Maçarico, na região central de Salinópolis, convida para banhos de mar, caminhadas e pedaladas. Uma orla ornamentada por palmeiras, com mais de dois quilômetros de extensão, oferece ciclovias e parques pelo caminho e opções de restaurantes e lanchonetes. É o ponto de encontro dos veranistas, um dos mais badalados da região nas noites de julho, palco de shows e de eventos.

07-Post-PraiaDoMaaarico

No final do calçadão, uma ponte dá acesso à praia da Curvina, um ótimo local para apreciar o espetáculo do pôr-do-sol no final da tarde.

Estradas pavimentadas e sinalizadas levam à praia do Atalaia, a 14 quilômetros do centro. É a maior e a mais movimentada de Salinas. Carros podem circular livremente dentro de áreas sinalizadas e podem chegar pertinho da água. A experiência é singular, especialmente no final da tarde, quando a maré começa a subir, chegando a surpreender carros e banhistas. Pela manhã, enquanto a maré está baixa, formam-se laguinhos de água salgada em toda a extensão da praia e famílias com crianças tomam conta do espaço, deixando a tarde para os jovens que ocupam suas areias até o anoitecer.

05-Post-PraiaDoAtalaia

Pertinho dali, uma praia mais tranquila, Farol Velho, vizinha ao Atalaia, onde também é permitida a entrada de carros, exceto quadriciclos, motos e equipamentos de kitesurf.  Na chegada, dá para avistar o skyline de mansões de veranistas que optaram por Salinas para vivenciar suas férias e curtir feriados prolongados. Do alto do farol, uma vista fantástica da região costeira. A localização é privilegiada e histórica, ali foram construídos os primeiros faróis que orientavam as embarcações para evitar choques com recifes na acidentada costa. A praia do Farol Velho também é famosa pelo incrível pôr do sol.

06-Post-PraiaDoFarolVermelho

Os amantes da natureza e de paisagens rústicas têm um prato cheio de opções em Salinas.  A Ilha do Marco é um exemplo, fica a 40 minutos de barco de Salinópolis e oferece a praia da Marieta com suas ondas fortes, a preferida dos surfistas, especialmente de setembro a março, quando as cheias favorecem as marés altas. De janeiro a março os surfistas preferem a praia do Atalaia, quando as ondas chegam a atingir 2 metros de altura e onde são realizados os campeonatos de surf.

A Ilha do Pilão é um desses paraísos “perdidos” em mar aberto, acessíveis de Salinópolis por barco. Fica a apenas 20 minutos de Salinópolis. Com mais de dois quilômetros de areia branca, privilegiados palafitas construídos sobre elas e cercada de piscinas de formações rochosas esculpidas pela natureza, em formatos que lembram crateras de vulcões, é refúgio para aqueles que preferem vivenciar a natureza distantes do burburinho de praias urbanas ou badaladas, recheadas de infraestrutura.

03-Post-IlhaDoPilao

Aproveite a fartura de frutos do mar na região, como o típico marisco local, o maçunim, e de peixes como o robalo e a corvina para degustar o “’lado salgado” da rica culinária paraense. Prove o famoso caranguejo toc-toc do modo tradicional, cozido inteiro em água, sal, limão e alho e servido com molho de pimenta-de-cheiro ou ao tucupi, molho feito a partir do sumo da raiz de mandioca brava misturado com pimenta.

01-Post-Caragueijo-toc-toc

Inspire-se no encontro entre os mangues e o mar para definir sua próxima experiência de viagem. Confira as opções de hospedagem da rede de hotéis parceiros RDC em Salinópolis e região. Consulte a nossa Central de Reservas.

Deixe um comentário