Carregando...

São Lourenço: Um recanto feito de águas

Difícil fazer uma conexão entre o pintor surrealista Salvador Dalí e a pequena cidade do Sul de Minas, São Lourenço. Contudo, há muito mais entre o céu e a terra que qualquer filosofia pode supor, e para não ser diferente, há uma ligação inusitada entre esses dois elementos.

Quem diria que em São Lourenço haveria a maior coleção sobre o pintor no Brasil? Ela é guardada na Fundação Cima’s e foi adquirida pelo seu fundador, Elias Cima, um amigo do artista o qual tratou de manchas senis de suas mãos. Em troca pelos seus serviços, Dalí o presenteou com pôsteres autografados. Mas, o gosto pelo excêntrico pintor não parou por aí, é possível admirar fotografias e obras do surrealista. Uma baita surpresa bem-vinda!

A Fundação passa por alguns reajustes, porém em suas dependências a dedicação à pesquisa de plantas medicinais e à educação são seus maiores legados. Aqui é uma viagem pelo conhecimento. Tem biblioteca, tem museu, tem uma cápsula do tempo e uma réplica da “Boca da Verdade”, uma possível boca de esgoto da época do Imperador Nero, que durante a Idade Média ganhou a fama de oráculo, daí seu nome.

Tudo começou com as águas

Lá no Sul de Minas, na Serra da Mantiqueira, São Lourenço surge como um retiro para muitos dos turistas que buscam em suas fontes cura, relaxamento ou momentos a dois. Ou apenas uma fuga da rotina maçante. Um detox. A pequena cidade ganhou visibilidade na década de 20 com a ascensão dos tratamentos em águas termais para doenças crônicas. De fato, São Lourenço parece que parou no tempo e convida a todos para momentos de aconchego e também de diversão.

Entre as cidades mineiras, ela é uma das que recebe grande quantidade de turistas e isso é traduzido pelas áurea que cobre a cidade. Um clima ameno bem serrano que no inverno chega na casa dos 0°. O lugar abriga vários estabelecimentos hoteleiros que vão proporcionar o melhor descanso, conforme o seu desejo. Tem hotéis com parques aquáticos e rios termais, tem hotéis para quem quer um momento em SPA e tem para aconchego.

Tudo começa com o Parque das Águas, com 430 m², na região central da cidade. É a maior atração de São Lourenço, com 9 fontes de águas minerais, que possuem diversas propriedades que tratam muitas mazelas físicas e mentais. A mais importante é a Vichy, que como ela, só existe mais uma no mundo e fica lá na França. O seu poder está atrelado à cura de doenças gástricas e renais.

E as tais águas não são apenas para fins medicinais, afinal o bem-estar está também no autocuidado. Ainda dentro do parque, é possível dar uma passadinha no Centro Hidroterápico-Balneário SPA e aproveitar os banhos sulfurosas em banheiras e ofurôs, fazer uma massagem, drenagem linfática ou limpeza de pele, ficar um tempo na sauna e terminar tudo com um banho de espumas.

CURIOSIDADE: Uma opção inusitada é o banho de café especial, que dizem trazer vários benefícios para a pele e, sobretudo, para a saúde.

Nesse espaço, construído em 1935, não tem desculpas para o estresse. Com todo esse menu de tratamentos e cuidado, a vista para o lago só deixa claro que o tempo tem que esperar os seu momento.

O passeio não termina apenas com a beleza, mas também com muito amor, principalmente para casais que querem fazer o famoso passeio de pedalinho no lago até a Ilha do Amor. Mais romântico, impossível! Aliás, pode ficar mais romântico ainda com a Catedral de Bambu, que irá despertar a vontade de jurar votos de amor eterno nela.

Trem das  Águas

O tempo realmente parou por aquelas bandas. A prova disso é o trem que faz uma viagem de bate-e-volta até Soledade, cidade próxima. São duas locomotivas que tracionam 8 vagões do Trem das Águas: a 327, inglesa datada 1928; e a Locomotiva 1424, americana do ano de 1927. É uma viagem de 10 km sob trilhos, com duração de duas horas.

Mas o transporte para o passado fica por conta do interior dos vagões. Tem a opção Classe Especial, com poltronas estofadas e degustação de queijos e vinhos. Também tem a alternativa para quem prefere vagões mais simples, assim como o preço. Agora, viagem com música é uma combinação que não pode faltar independente da escolha do perfil da categoria: violeiros comandando a animação do trem.

Um café sempre é uma boa atração

A segunda bebida mais consumida do mundo, que perde apenas para água em quantidade de consumo, sempre é uma boa pedida. Ainda mais para quem não dispensa uma xícara de cafezinho. Imagina uma xícara de cafezinho especial.

Assim é a Rota do Café Especial, que integra o famoso Circuito das Águas, na cidade de São Lourenço. A água aqui faz parte do preparo, mas toda atenção fica por conta do grão.

O tour é pela Fazenda Sertão, que produz alguns dos grãos mais premiados do mundo. Aliás, um deles tem a pontuação de 95.85 no mais renomado concurso de cafés especiais do planeta. Ser especial é a especialidade dessa fazenda, inclusive, você se sentirá assim também. Mesmo que o café não desperte tanta animação em você.

O lugar por si só já é a pura experiência história, cultural e sensorial. A bebida é uma figura importante da transformação econômica do Brasil e tem impacto até hoje em algumas regiões, como essa. A 1300 metros de altura, na Serra Mantiqueira, o encontro com o aroma e o sabor dão as mãos com o modo de produção. Passear entre os cafezais e aprender muito sobre esse plantio é a joia da experiência. Mas, a degustação é o ponto essencial para os amantes do café.

É no casarão da fazenda que os sentidos se fazem mais que presentes. Saber a acidez, buquês, paladar e como os neurônios se comportam na presença dessa bebida é um marco e tanto. Claro, tudo acompanhado por quitutes mineiros, porque ninguém é de ferro!

Sobrevoar de balão

Para quem acredita que o céu é o limite, ter a experiência de voar de balão é uma grande atração. Aliás, esse voo ainda faz parte da Rota do Café, cujo trajeto é olhar de cima a fazenda e seus cafezais.

Logo cedo, o balão decola para aproveitar as montanhas ao amanhecer. Logo após aterrissar, um senhor café da manhã desses dignos das fazendas é oferecido. Não dá para perder, não é?


São Lourenço é um lugar onde é possível sentir as águas, provar cafés e admirar o céu! Já quer colocá-lo na sua lista de destinos? Acesse nosso site, confira nossos hotéis parceiros na região e já comece sua próxima viagem!

Dica: Você sabe que perfil de viajante é você? Faça o teste e descubra quais destinos têm a sua cara.

Teresa Cristina

Muito bom! Nao sabia que Sao Lourenço era assim, concerteza irei visitar em minhas viagens.

14 de dezembro de 2018 | Responder
    Redação RDC

    Conte com a gente, Teresa! 🙂

    14 de dezembro de 2018 | Responder
ANGÉLICA

Gostaria de conhecer São Lourenço. Que hotéis do RDC estão disponíveis envolvendo Natal e Ano Novo?

15 de dezembro de 2018 | Responder

Deixe um comentário