Carregando...

Ubatuba, a natureza perpetuamente em festa

Uma informação que pode mudar a sua forma de vivenciar Ubatuba: mais de 80% do seu território estão localizados no Parque Estadual da Serra do Mar, área composta por praias, mangues, costões rochosos e mata de restinga, reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Turisticamente, Ubatuba é classificada como estância balneária. Está  localizada a 234 quilômetros de São Paulo e a apenas 80 quilômetros de Paraty – RJ.  Seus primeiros habitantes foram os índios Tupinambás que ocupavam a área que abrangia de Caraguatatuba ao Cabo de São Tomé, leste do Rio de Janeiro. Nos séculos 18 e 19 a cidade atuou como um movimentado porto de exportação agrícola da Capitania de São Vicente, rivalizando a atividade com os portos de Santos e do Rio de Janeiro. O Sobradão do Porto é um dos raros exemplos desse tempo. É o único prédio preservado do período áureo do café. Construído em 1846 em estilo neoclássico, o casarão é tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional e utilizado para a promoção da cultura caiçara com espetáculos de dança, música e teatro, além de exposições de artistas locais.

02-Post-sobradao-do-porto-opcao-02

Dicas: Falando em tradição caiçara, em junho acontece a Festa de São Pedro Pescador e, em setembro, a Corrida de Canoas.

Conheça também os habitantes das águas de Ubatuba. Aproveite a ótima infraestrutura da orla, com restaurantes, largo calçadão para caminhadas e pedaladas e visite o Aquário de Ubatuba, na Praia de Itaguá. As diversidades da vida marinha estão expostas em vinte tanques de água doce e de água salgada, com peixinhos, peixões, tubarões, jacarés e área climatizada, onde pinguins podem ser observados. O Aquário também abriga o Museu da Vida Marinha, com fósseis e peixes empalhados.

08-Post-aquario-ubatuba

Para curtir a natureza da região e conferir os cenários de filmes e minisséries como A Muralha, A Casa das Sete Mulheres e a Ilha do Castelo Rá Tim Bum, a Praia da Fazenda é  a atração imperdível de Ubatuba.  Com 3,5 quilômetros de extensão e mar calmo, a praia está localizada na região norte de Ubatuba, a 36 quilômetros, sentido Paraty, e abriga a Sede Administrativa do Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo Picinguaba. O cenário envolve manguezal, vegetação de restinga e rios, como o Rio Fazenda, que pode ser explorado em passeios de bote que saem do local, assim como trilhas ecológicas pela mata para vistas incríveis como a do encontro da Mata Atlântica com o mar. Monitores ambientais orientam e também acompanham passeios e podem ser contatados na sede administrativa do parque.

04-Post-praia-da-fazenda

No sentido Norte, em direção a Paraty, a Praia Vermelha do Norte, a sete quilômetros do centro, e a  Praia Itamambuca, a doze, são perfeitas para o surfe. Para a alegria da criançada, nas areias grossas da Praia Vermelha funciona um pequeno parque aquático. E, para a alegria dos surfistas, a Praia de Itamambuca, protegida por morros e com infraestrutura de bares e restaurantes rústicos e descolados, é sede de campeonatos nacionais e internacionais de surf.

03-Post-praia-vermelha-do-norte

Ainda no sentido Norte, a 15 quilômetros do centro pela Rio-Santos, a Praia do Félix atrai viajantes pelos dois lados distintos da sua praia. Surfistas preferem o canto esquerdo, por causa das ondas fortes. O pessoal do mergulho e que adoram passeios preferem o canto direito, em razão do mar calmo e da grande piscina natural que se forma.  Deste lado saem lanchas para a IIha do Prumirim e uma trilha dá acesso à Prainha do Félix, ótima para mergulho. Outra trilha, do lado esquerdo, dá acesso à Praia das Conchas. A infraestrutura da Praia do Félix é garantida com barracas rústicas e quiosques.

06-Post-ilha-do-prumirim

Dica: Um mirante no posto policial próximo à entrada do condomínio que dá acesso à praia oferece vista fantástica da Praia do Félix, de outras praias e também das ilhas.

A Ilha Anchieta é um destino imperdível para quem gosta de história e de praticar mergulhos, inclusive de snorkeling nos costões da ilha. Famosa por ter sido habitada pelos índios Tupinambás no século 16, a ilha permaneceu ocupada por cinco séculos e foi utilizada com várias funções, como presídio, até ser transformada, em 1977, em Parque Estadual da Ilha Anchieta (PEIA). Passeios de escuna, trilhas, praias e visitas às ruínas do antigo presídio fazem da Ilha Anchieta um dos principais atrativos históricos e ecoturísticos de Ubatuba. Os barcos rumo à ilha partem do Píer do Saco da Ribeira. Desde 1980, lá opera uma base do Projeto Tamar, com um centro de visitantes onde quatro espécies de tartarugas marinhas estão expostas em tanques e aquários.

05-Post-pier-do-saco-da-ribeira

Só pelo visual, o Saco da Ribeira já é um espetáculo. O píer natural abriga várias marinas, garagens náuticas, clubes e é o local de onde partem embarcações para roteiros de passeios pelas praias de Ubatuba, pelas Ilhas Anchieta, Couves, Mar Virado, dentre outros. Localizado na Praia do Saco da Ribeira, na enseada do Flamengo, entre as praias Enseada e Lázaro, também é o local onde os pescadores embarcam e desembarcam suas mercadorias. Aproveite para navegar – algumas marinas oferecem aluguel de barcos e lanchas,  ou aproveite para caminhar: a famosa Trilha para a Praia das Sete Fontes tem início ali, do lado direito do píer.

07-Post-azul-marinho-gastronomia

Não deixe Ubatuba sem provar o Azul Marinho, o prato que dá nome e cor à culinária típica de Ubatuba. Com ingredientes base da alimentação indígena, o prato é preparado com peixe suculento, cozido com banana nanica verde, tudo muito bem temperado. A iguaria é servida com arroz e pirão feito com o próprio caldo do peixe. A cor azul marinho é resultado da associação do tanino da banana liberado na hora do cozimento com as proteínas do peixe, formando um composto azul escuro, a cor do sabor.

Ubatuba reserva sempre uma experiência de viagem diferente , urbana ou de natureza, para todos os estilos de viajantes. Conte com as opções de hospedagem dos parceiros RDC em Ubatuba e região.  Entre em contato com a nossa Central de Reservas.

Imagem capa (via)

Deixe um comentário