Carregando...
''
01-DestaqueViajarSerFeliz

Viajar de férias é ter a oportunidade de ser feliz

Estudos científicos indicam que atividades positivas podem provocar as pessoas a experimentar “espirais ascendentes” de emoções, pensamentos e comportamentos. No caso de viagens, desde o planejamento.

Quando publicamos os primeiros impressos Férias & Lazer tínhamos em mente levar aos Associados informações sobre a facilidade e simplicidade do sistema de férias programadas. Mais de vinte anos se passaram e, ao longo desse tempo, o conceito de férias foi ampliado para questões envolvendo saúde, qualidade de vida e as experiências de viagem ganharam corações e mentes. Nesta matéria, o foco é o planejamento. Surpreendentemente, o ato de planejar as férias ganhou status de protagonista das emoções, foi elevado a outro patamar quando foi cientificamente comprovado seu poder de contribuir para algo muito subjetivo, a felicidade.

05-Post-ViajarSerFeliz

Um estudo da revista científica Applied Research sobre Qualidade de Vida objetivou obter maior conhecimento na relação entre férias e felicidade. O resultado mostrou que o maior índice de felicidade dos participantes ocorreu na fase de planejamento de um período de férias.  O efeito desse processo de “antecipação de férias” foi mensurado: a felicidade foi impulsionada por oito semanas em relação ao outro grupo que não viajou. No entanto, outro dado surpreendeu os pesquisadores: após as férias, a felicidade rapidamente caiu de volta aos níveis básicos para a maioria das pessoas. O período de “felicidade pós-férias” durou duas semanas – apesar de mais alto, em relação àqueles que não saíram em viagem de férias, uma diferença bem menor do que a alcançada no planejamento.

04-Post-ViajarSerFeliz

De qualquer forma, podemos aprender mais com esse estudo, especialmente para aumentar nossa sensação de felicidade.

Dica: Ao retornar da viagem, comece a planejar as próximas férias. Afinal você tem um plano de férias.

Felicidade fracionada

O estudo apontou que viagens de oito a treze dias são consideradas ideais, quando a felicidade atinge o ápice por dois dias e permanece alta até quase ao final da viagem. Porém, não foi encontrada qualquer relação entre a extensão das férias e a felicidade geral.

03-Post-ViajarSerFeliz

Assim, o estudo sugere que as pessoas aumentem o potencial de felicidade de antecipar as férias, fazendo várias pequenas viagens durante o ano, ao invés de tirar um grande período de férias.Por exemplo, se você tem uma semana de férias, pode dividi-la e ter dois feriados semanais. Outra sugestão é tentar aumentar o efeito de antecipação não só planejando, também compartilhando o assunto com amigos, postando nas redes sociais, fazendo reuniões com a família, criando temas, propósitos, etc.

Dica: Aproveite a flexibilidade do seu plano de férias que permite fracionar as sete diárias em 3+4 ou 2+2+3 na baixa temporada ou e a,  módulos de, no mínimo, três diárias na alta temporada.

Planejar sem superestimar

Lembra-se daquela primeira viagem que você fez? Parece que foi perfeita? Aquele hotel, aquela cidade, aquela paisagem? Pois bem, jamais tente viver tudo isso novamente no momento futuro. Nem quando você repetir o destino.  Não utilize essas lembranças como referência para fazer comparações com a sua próxima viagem, porque o valor que damos para as coisas depende das comparações que fazemos.  E isso é um risco à felicidade.

02-Post-ViajarSerFeliz

Ao planejar, muitas vezes, supervalorizamos as expectativas, esperamos resultados diferentes da realidade, e a viagem certamente terá menos impacto, menos intensidade e o tempo de duração da felicidade será menor daquele esperado.

Espirais ascendentes

Na verdade, fazemos várias trajetórias mentais quando estamos planejando: olhamos fotos, belos cenários, imaginamos o que podemos fazer quando estivermos lá, enfim, ativamos emoções positiva. Ativamos também comportamentos positivos como conversar com a família, compartilhar com os amigos, pedir ajuda, agradecer as dicas, as sugestões  etc.

Estudiosos da chamada linha da psicologia positiva fogem das receitas simplistas da filosofia de autoajuda e  têm feito experimentos e uma série de estudos intrigantes sobre felicidade e esse fantástico exercício praticado durante o planejamento de viagem contém todos os ingredientes daquilo que eles chamam de  “estratégias de aumento da felicidade”.

01-Post-ViajarSerFeliz

A recomendação é que esses exercícios sejam feitos regularmente para ter efeito duradouro, aumentar a felicidade diária, ou seja, requer prática sustentada. Tradução: Se não há perspectivas de férias em futuro próximo, a recomendação é colocar algo no calendário, mesmo que seja uma saída de final de semana, uma comemoração, um almoço no jardim, um piquenique com a família. Pode ser daqui uma semana, um mês ou um ano, importante é planejar, viver antecipadamente cada experiência futura. E quando ela acontecer, as chances de não sair como você planejou são de 100%. Ótimo, não é mesmo? Viva a nova oportunidade que está sendo apresentada e, novamente, planeje.

*Texto publicado na revista RDC Férias&Lazer. Ed.50

Deixe um comentário