Carregando...
''

Você conhece Manuel Francisco Lisboa e Antônio Francisco Lisboa?

Manuel Francisco Lisboa, era um arquiteto português. Foi responsável pela construção de pontes, igrejas e chafariz em Minas Gerais. Entre as suas obras de maior destaque está a Igreja Nossa Senhora da Conceição, relevante por suas proporções e pela qualidade de sua arquitetura.

Mas a genialidade que atravessou séculos pertenceu ao seu filho, Antônio Francisco Lisboa. Com traços próprios, característicos pela força do olhar e anatomia distorcida, Aleijadinho produziu uma arte barroca e expressionista única. A igreja de São Francisco de Assis é considerada a sua obra prima. Seu tamanho reduzido é intimista e suas torres circulares são sem precedentes até então. No interior há um teto de Manuel de Castro Ataíde, outro grande representante do barroco mineiro.

Igreja-S.-Francisco-de-Assis

Em Congonhas encontramos outra obra prima do “Mestre Barroco” Aleijadinho, o Santuário do Bom Jesus de Matosinho. Além da Igreja e dos 12 apóstolos esculpidos em pedra sabão, o visitante é recepcionado por seis pequenas capelas que retratam os momentos mais importantes da Paixão de Cristo. É impressionante ver as obras abrigadas pelas capelas, todas as 66 peças que compõem as cenas foram esculpidas em cedro, entre 1796 e 1799. As figuras são inspiradas no conjunto do Santuário do Bom Jesus do Monte, em Braga, Portugal.

Detalhe-das-estátuas

Tombado pelo SPHAN, atual IPHAN, em 1939, como patrimônio histórico nacional, o conjunto arquitetônico do Santuário do Bom Jesus de Matosinho foi considerado Patrimônio Mundial da Unesco em 1985.

Conhecendo um pouco da história dos lugares que visitamos, vivenciamos experiências mais ricas e trazemos grandes memórias.

Se você já esteve em Congonhas ou em outro lugar considerado Patrimônio Mundial da Unesco, compartilhe conosco nos comentários.

Confira os hotéis parceiros da RDC em Minas Gerais e planeje sua próxima viajem.

. Imagem: Shutterstock

 

Deixe um comentário